Raças de Cachorros || Bloodhound

Bloodhound
Bloodhound

O Bloodhound é, sem dúvidas, o melhor cão farejador do planeta. Esta característica, aliada à dificuldade de procriação, tornaram a raça uma das mais caras em todo o mundo.

Características do Bloodhound

  • Pelo: Curto e liso
  • Cores: Preto e fogo, vermelho, figado e fogo. A capa não deve ser de cor clara, com pele frouxa na nuca, e em várias partes da cabeça
  • Grupo: Hound
  • Porte: Grande
  • Altura: 60 a 67 cm
  • Peso: 36 a 49 kg

Comportamento do Bloodhound

Amoroso e tranquilo são dois elementos marcantes na personalidade desta raça. Apesar do porte grande, não é indicada para ser cão de guarda porque sua personalidade não é agressiva e ela é receptiva com pessoas estranhas.

O cão costuma latir pouco, e na maioria das vezes apenas como um alerta de que algo estranho está acontecendo.

Crianças se tornam ótimas amigas da raça, mas sempre com supervisão de adultos ou quando elas forem maiores e conseguirem definir limites. Apesar de não ser violento, o jeito brincalhão e o porte grande deste cachorro podem machucar crianças muito pequenas.

A aparência de preguiçoso não condiz com seu verdadeiro temperamento. O Bloodhound é extremamente ativo e usado como cão policial para farejar. Esta, inclusive, é sua principal capacidade de treinamento. Você dificilmente conseguirá fazê-lo aprender truques, mas se ensinar a seguir rastros, o sucesso é garantido.

Origem do Bloodhound

A origem do Bloodhound é desconhecida, mas acredita-se que seu ancestral foi levado da França para a Inglaterra e Bélgica, atuando de diversas formas, seja para a caça quanto farejando na busca por pessoas desaparecias e criminosos.

O nome Bloodhound, inclusive, pode ser traduzido para “cão de sangue” porque era considerada uma raça de puro sangue e também tinha uma grande facilidade de seguir um animal pelo cheiro do seu sangue.

A raça é conhecida também como Cão de Santo Humberto, mosteiro em que foi criado e onde morava o Bispo São Humberto, padroeiro dos caçadores.

Ao longo das décadas, a raça foi usada para potencializar o senso de farejador em outros animais, como o Beagle e o Basset Hound.

Cuidados com o Bloodhound

A facilidade em rastrear objetos e pessoas faz com que esta também seja uma das atividades preferidas da raça. Diante disso, ela não é recomendada para apartamentos porque necessita estar em contato com a natureza.

A necessidade de farejar vai fazer com que muros e cercas não sejam um obstáculo para este cachorro. Procure mantê-lo em locais com muros acima de 2 metros de altura para evitar fugas.

O Bloodhound precisa de nível intermediário de atividades físicas. Passeios diários, preferencialmente em ambientes seguros e que instiguem seu olfato, são muito bem-vindos para manter a saúde mental do animal.

O cuidado principal deve ser em relação à higiene diária. O cão baba bastante e suas orelhas costumam cair no pote de ração, o que exige uma limpeza frequente. Já o pelo não demanda cuidados diferenciados. Escovação semanal e banhos frequentes encerram o ciclo de limpeza.

Os canais auditivos também devem ser acompanhados e higienizados sempre que necessário. Se tiver dúvida sobre como limpar esta área delicada, consulte um médico veterinário de confiança.

← VOLTAR

Publicidade

Concurso de Fotos para Cachorro