Raças de Cachorros || Bichon Frisé

Bichon Frisé
Bichon Frisé

O Bichon Frisé é um típico bichinho de pelúcia. A raça costuma ser confundida com o Poodle, mas se diferencia pela sua pelagem, que chega a medir 10 centímetros, é macia e encaracolada. As orelhas são caídas e a cabeça e focinho têm tamanho médio e proporcionais em relação ao restante do corpo.

Características do Bichon Frisé

  • Pelo: Fino, macio, sedoso, solto, enrolado em cachos
  • Cores: Branco puro. Aceita-se manchas creme, abricó ou cinza, numa proporção de no máximo 10%
  • Grupo: Non-Sporting
  • Porte: Médio
  • Altura: 18 a 30 cm
  • Peso: 4,5 a 8,5 kg

Comportamento do Bichon Frisé

Alegres e cheios de energia são as principais características deste cachorro. Ele adora receber carinho e estar no colo dos seus donos, o que o torna ideal para crianças e idosos. Contudo, cuidado com crianças muito pequenas porque elas podem machucar o animal durante as brincadeiras, fazendo com que ele ataque em sinal de defesa.

Quem costuma receber muitos convidados em casa vai adorar esta raça. Ela é extremamente simpática e faz amizade facilmente com estranhos. A mesma regra vale para a convivência com outros cachorros: o Bichon Frisé dificilmente entra uma briga e aceita bastante a presença de cães.

Viver em apartamento não é um desafio para estes cachorros. Pelo contrário, eles são sensíveis e pequenos e não devem ser mantidos em áreas externas para dormir e passar o dia.

Esta bola de pelo branca é muito inteligente e tem facilidade em aprender diferentes truques. Jogos e brincadeiras que instiguem sua curiosidade são bem-vindos para manter o bem-estar mental.

Origem do Bichon Frisé

O Bichon Frisé surgiu no Mediterrâneo por meio do cruzamento entre cães de colo e o Barbet, um cachorro de água de porte grande. O nome desta cruza foi Barbichon e, com o tempo, foi reduzida para Bichon.

Existem quatro tipos de Bichons, que dividem a mesma origem e aparência semelhante: Maltês, Bolonhês, Havanês e Tenerife – este último responsável por originar o Bichon Frisé atual.

A raça tornou-se uma das favoritas da realeza francesa até o final do século 19, mas aos poucos perdeu sua popularidade. Somente após a Primeira Guerra Mundial que o cão recebeu a atenção que merece.

O Bichon Frisé chegou aos Estados Unidos por volta dos anos 50, recebeu um novo corte e foi reconhecido pela AKC em 1972.

Cuidados com o Bichon Frisé

O Bichon Frisé não demanda muito exercício físico. Um passeio diário e disponibilidade para algumas brincadeiras são suficientes para mantê-lo ativo.

Passar longas horas sozinho não é indicado para este cão. Se na sua casa nenhum membro da família permanece em casa, reconsidere esta raça para ser o seu próximo companheiro. Além de prejudicar a saúda, a solidão pode estimular comportamentos destrutivos.

Apesar da pelagem comprida e abundante, a raça não solta muito pelo e, inclusive, é indicada para pessoas com alergia.

Os cuidados com a higiene exigem mais dedicação do tutor, porque contemplam: escovação a cada dois dias, banho semanal e tosa profissional a cada dois meses. No verão, a periodicidade pode ser ampliada porque o cão não possui alta tolerância ao calor.

← VOLTAR

Publicidade

Concurso de Fotos para Cachorro