Raças de Cachorros || Bedlington Terrier

Bedlington Terrier
Bedlington Terrier

Quem se atenta somente à aparência exótica de carneirinho peludo nunca imaginaria que o Bendlington Terrier é um cachorro valente e muito forte. Sua personalidade é marcada pela lealdade aos tutores e interesse em brincadeiras.

Características do Bedlington Terrier

  • Pelo: Espesso com tendência a encaracolar e arrepiar, porém macio
  • Cores: Azul, marrom ou areia, com ou sem marcação castanho
  • Grupo: Terrier
  • Porte: Médio
  • Altura: 38 a 44 kg
  • Peso: 8 a 10,5 Kg

Comportamento do Bedlington Terrier

A raça é indicada para quem vive em apartamento. Apesar do alto nível de energia, é mais relaxada e necessita de menos exercícios em relação aos outros Terriers. Passar tempo com seus tutores é uma das atividades preferidas, o que o torna um cão de companhia fiel.

Seu temperamento dócil faz com que possa conviver entre crianças, mas sempre com supervisão de adultos para que as brincadeiras mais ativas não assustem seus filhos.

O Bendlington Terrier não é agressivo, mas tem fama de cão de guarda. Ele não costuma atacar pessoas estranha, mas certifique-se de que a apresentação a um novo amigo aconteça com acompanhamento do tutor e de forma sutil. Depois deste encontro inicial, certamente cumprimentará seus convidados com muita alegria.

O convívio com outros cachorros também deve ser monitorado. Se ele se sentir incomodado, tentará defender seu território e não interromperá a briga até que seja vencedor.

O treinamento com esta raça tem facilidade de nível moderado porque ele é bastante inteligente e obedece aos comandos através de gratificações. Carinho e petiscos serão ferramentas importantes no processo de adestramento. Já reforços negativos, como castigos, não funcionarão por causa da teimosia do cão.

Origem do Bedlington Terrier

O Bedlington Terrier é uma das raças mais velhas da Grã-Bretanha e foi desenvolvido no norte da Inglaterra. A origem dos seus ancestrais é misteriosa, mas acredita-se que ele viajava com ciganos que costumavam caçar nas fazendas por onde passavam. Este hábito, inclusive, é mantido pelos cachorros, que adoram perseguir roedores.

A facilidade em encontrar ratos também fez com que a raça se popularizasse entre mineradores porque ela acabava com as infestações que surgiram entre as galerias das minas.

Ao longo dos séculos, o Bedlington Terrier se desenvolveu: o pescoço ficou mais longo e a aparência mais aristocrática. A raça, como conhecemos hoje, foi registrada oficialmente pelo American Kennel Club em 1886.

Cuidados com o Bedlington Terrier

Como citado anteriormente, esta raça se adapta bem a apartamentos e não necessita de grandes espaços externos para se movimentar. Contudo, exercícios diários, que incluem brincadeiras e um passeio mais longo, são obrigatórios.

Em uma escala de 1 a 5, o Bendlington Terrier possui tolerância nível 3 para ficar sozinho. Já quando o assunto é latido, ele também recebe nota 3, ficando na média em relação ao barulho.

Os cuidados com a pelagem devem ser reforçados. O seu pelo espesso e feltrado possui tendência a encaracolar e formar nós, por isso escove semanalmente.

Para manter a aparência única deste cachorro, é preciso tosá-lo de forma meticulosa. Procure profissionais que tenham experiência com esta raça para que o visual não seja descaracterizado.

← VOLTAR

Publicidade

Concurso de Fotos para Cachorro