Raças de Cachorros || Basset Hound

Basset Hound
Basset Hound

O olhar pensativo e a expressão triste do Basset Hound não refletem na sua verdadeira personalidade. Ele é um cachorro muito alegre e brincalhão, com uma pitada de preguiça. É o cão ideal para conviver com crianças. O nome Basset vem do francês: “bas” significa baixo.

Características do Basset Hound

  • Pelo: Áspero, liso e curto, com a pele frouxa e elástica
  • Cores: Preta ou branca puro, bicolor e tricolor, castanha e branca. O branco deve aparecer nas patas, peito e ponta da cauda
  • Grupo: Hound
  • Porte: Pequeno
  • Peso: 10 a 11 kg
  • Altura: 40 a 43 cm

Comportamento do Basset Hound

Esta é uma das raças mais bem-humoradas do mundo. Seu temperamento é tranquilo e adora conviver com outros cachorros e animais de estimação, como gatos. Você dificilmente verá este cão apresentar um comportamento dominante.

Outro ponto positivo da sua personalidade é a paciência, tornando-o ideal para famílias com crianças.

Se você fica longas horas fora de casa ou mora em apartamento, o Basset Hound não é indicado. A raça é muito carente e apegada ao dono e, com longas horas de solidão, poderá se tornar destrutiva e latir excessivamente, incomodando moradores próximos. O latido alto, inclusive, é bastante comum quando o cão se empolga com brincadeiras, ou seja, quem deseja um cachorro silencioso, este exemplar não é o melhor companheiro.

Origem do Basset Hound

O primeiro registro da raça foi na França, em 1585. Ela costumava ser bastante popular entre a aristocracia, mas, após a Revolução Francesa, foi escolhida pelos plebeus que precisavam de um animal para segui-los nas caçadas. Devido ao seu faro extraordinário, foi bastante usado como cão de caça.

Os Bassets chegaram à Grã-Bretanha no século 19 e se popularizaram na América do Norte no início do século 20. A raça foi registrada pelo American Kennel Club (AKC) em 1885 e reconhecida oficialmente pela entidade em 1916.

Cuidados do Basset Hound

A raça Basset Hound é uma excelente farejadora: suas narinas possuem 20 milhões de receptores. Por isso, quando for passear com seu companheiro, utilize sempre coleira porque se ele sentir um cheiro interessante certamente deixará todos de lado para acompanhar o rastro. Outra dica é ter bastante paciência para deixá-lo farejar minuciosamente cada canto da rua.

Nestes passeios, que devem ser diários, não é necessário caminhar por longas horas. Mas fique atento à alimentação. A raça costuma pedir muita comida e, por causa da sua cara triste, toda a família dá petiscos, o que favorece a obesidade.

Roncar e babar são duas atividades comuns para o Basset Hound, incomodando alguns tutores. As flatulências também são comuns, mas podem ser minimizadas com uma alimentação adequada e supervisionada pelo veterinário.

A raça perde bastante pelo e os banhos exigem atenção extra para as dobras, evitando deixar áreas molhadas depois da higienização. Atente-se também à limpeza ao redor da boca e das rugas devido ao excesso de baba, principalmente após as refeições.

As orelhas longas, principal característica deste animal, precisam de cuidados semanais para manter o seu bem-estar. Como a pele é oleosa, eles exalam um odor que podem causar desconforto para algumas pessoas.

← VOLTAR

Publicidade

Concurso de Fotos para Cachorro